Avaré não muda porque respira política 24 horas

Avaré não muda porque respira política 24 horas Fonte da Foto: divulgação

Alguns avareenses que ouviram ou assistiram à sessão de segunda-feira, dia 8 de abril, e chegaram a entender como uma sessão morna e sem conteúdo, erraram ou não prestaram atenção às entrelinhas daquela sessão.

Uma boa parcela da sociedade que sempre acompanha este jornal sabe do nosso posicionamento sobre Avaré e qual é o seu verdadeiro caminho sobre política.  Isso mesmo, nunca erramos quando dissemos pela primeira vez que Avaré é uma cidade que vive e respira política partidária vinte e quatro horas por dia e quanto ao seu desenvolvimento, não precisamos ir longe. Avaré está distante de muitas cidades pequenas da região que têm tudo que uma cidade precisa para sobreviver, enquanto estamos aqui dando milhos aos pombos, criando cobras e lagartos e até queimadas, com isso queimando o nome da cidade.

O exemplo foi deixado pelo vereador Carlos Alberto Estati na sessão de segunda, que quando anunciou que o ex-secretário de Comunicação estaria se afastando apenas para conseguir a carteira da OAB e depois voltaria. Mesmo que tudo isso venha a acontecer, não era hora exata de um vereador levar um assunto dessa natureza para plenário, da forma como levou. Pois, depois de ter processado o ex-secretário de Comunicação e condená-lo, trocavam ideias no corredor da Câmara já que pertenciam ao mesmo grupo. Estati chegou a dizer que a cidade ficou contente com a saída do ex-secretário.

E como dizia Toninho da Lorsa, sentavam na mesma mesa para falar de política e no momento em que até um jornal serviu de derradeiro lenço para limpar as lágrimas do ex-secretário, reportagem que mostrava definitivamente que o ex-secretário estava deixando a Prefeitura, o vereador Carlos Alberto Estati aparece com uma história espantosa, como se o elemento fosse perigoso para qualquer tipo de oposição ao prefeito, mas na realidade o que Estati fez, foi mostrar e reafirmar aquilo que nós aqui deste jornal já sabíamos. Vale citar que até ele (Estati) estava mostrando um sorriso de felicidade com a saída do secretário. Essa é a prova que Avaré respira política 24 horas por dia, onde o interesse de certos políticos é que a briga política ou partidária continue.  Crescimento e melhorias na cidade só estariam ficando na retórica.

Veja Também