Baixa da água da represa pode causar fuga de investimentos

Baixa da água da represa pode causar fuga de investimentos Fonte da Foto: site G1

É de conhecimento geral que a represa Jurumirim foi criada para gerar energia, a partir de 1962.  Quando a obra da represa foi concluída e a água passou a ocupar o vasto recipiente artificial, proporcionando uma bela paisagem, alguns empreendedores visionários enxergaram uma grande oportunidade de investimento.

Os loteamentos com milhares de casas, os hotéis, as colônias de férias, as fazendas e todo o entorno da represa foram projetados para aproveitar a beleza da água, explorando ao máximo seu potencial de lazer, diversão e entretenimento.

Toda a orla da represa foi transformada em um potencial atrativo turístico, mal explorado por toda a região, aproveitando inteligentemente a atividade mercantil de usinas hidrelétricas construídas com o único propósito de produzir energia. Os empreendedores da década de 70, 80 e 90, quando ocorreu o boom imobiliário na represa Jurumirim, não imaginavam que um dia a represa correria o risco de ficar rasa, quase sem água.

Muita gente adquiriu lotes e construiu belas casas para reunir a família e aproveitar a vida. Lanchas, barcos e motos aquáticas esperam nas garagens por aqueles que enxergam na grande quantidade de água da represa um palco para passeios e divertimento.

Foi por causa da represa que Avaré conseguiu o título de estância turística e atraiu milhões de reais de recursos do Governo do Estado para investimento em obra de infraestrutura turística.

Só que essa realidade vivida por décadas está mudando. Com poucas esperanças na restauração da represa devido à ausência de lideranças políticas para brigar por essa causa, muitos corretores enfrentam dificuldades em negociar terrenos e casas, e nadam contra a correnteza da queda nas vendas.

Enquanto nada acontece no mundo político para resolver o problema, muitos começam balançar, balançar até dançar para que a chuva venha e preencha o vazio da represa.  Alguns políticos acreditam que meros requerimentos vão resolver a questão do nível da agua da represa.

Veja Também