Coleta de lixo ainda não mostrou o problema sério

Coleta de lixo ainda não mostrou o problema sério Fonte da Foto: divulgação

Por sorte do prefeito no final do carnaval os internautas resolveram fazer uma trégua até porque já estava ficando um caso muito enjoativo citar comentários na rede social sobre essa fatídica coleta de lixo, assunto que além de abordado na rede social já foi desenhada dias atrás pelo vereador e presidente da Câmara, que deverá ser impossível dar certo.

O problema sério sobre a coleta do lixo começa a chamar a atenção daqueles que anos trabalharam nessa profissão de coletor de lixo e que sabe muito bem que milagre a empresa Consita, por mais forte que seja, poderá fazer com apenas 21 coletores e o que mais se fala na cidade hoje é que o problema poderá aumentar em pouco tempo, quando já é de conhecimento publico que caminhões da Consita estão sendo vistos quase que todas as noites.

Se isso está ocorrendo é bem provável que os novos e valentes coletores contratados pela empresa, estejam possivelmente ganhando hora extra, o que essas horas-extras possivelmente não esteja contabilizado ao valor de 3 milhões e meio ao ano e não é necessário um matemático para fazer a conta que com 21 novos coletores, consigam ajustar totalmente a coleta de lixo da cidade, sendo que ontem sexta feira, alguns setores da cidade ainda estavam a espera da coleta.

O problema é bem mais sério do que se possa imaginar, que cerca de 20 funcionários da empresa já observaram que a situação deverá ficar ainda bem mais preocupante quando novos servidores, que não foram treinados para o serviço, começarem a reclamar de problemas de saúde, apresentando problemas nas pernas e braços. O que nos leva a falar sobre esse assunto é que os novos coletores são de Avaré e precisam do emprego, por isso, como já foi observado por muita gente, estão fazendo de tripas coração para não perder o emprego, o que não se justificará em pouco tempo como já dissemos sobre os problemas de saúde e desgaste físico que serão possivelmente vitimados.

Veja Também