Dória era um perigo para Avaré, afirmava grupo de Jô Silvestre

Dória era um perigo para Avaré, afirmava grupo de Jô Silvestre Fonte da Foto: internet

O parcial radialista que, ontem, chegou ao ponto de chamar a oposição ao prefeito de fragilizada deveria prestar atenção ao passado, para não cometer gafes imperdoáveis e ainda faltar com a ética chamando a imprensa de Avaré de fraquinha, afirmação da qual se pode pressupor que não faça mais parte.

Ontem, em seu programa, ele deixou claro que está totalmente desinformado sobre a política de Avaré, talvez por sua parcialidade pública e notória.

É bem possível que o radialista que, ontem, chegou a dizer que o prefeito Jô Silvestre teria sido convidado para ir até o Palácio dos Bandeirantes, tenha esquecido que se trata do mesmo prefeito conhecido por Jô Silvestre que trabalhou para o candidato Marcio França, aquele que mandou 3,6 milhões de reais para o recapeamento até mesmo do centro da cidade e que muitas críticas fez a João Dória, algumas muito fervorosas, mas que não deram resultado e agora a que estamos assistindo?

Esse mesmo prefeito de Avaré que, em tese, quer o poder a qualquer custo, chegou a disseminar pela rede social que João Dória era um perigo para Avaré, alertando que a cidade iria perder 500 casas do CDHU e a Univesp, além de muitos recursos financeiros, porque o PSDB era contra a cidade.

Não está precisando de João Dória como anunciava o prefeito nas redes sociais, ele mesmo está se incumbindo de acabar com o que Avaré tem, comprovando tudo aquilo que o Jornal do Ogunhê já escreveu, que Jô Silvestre está apenas preocupado com o poder, quanto à situação da cidade, ... bem deixa pra lá.

Caro radialista, só nos explique agora para a imprensa fraquinha de Avaré,, como disse ontem, quem está fragilizado que teremos o maior prazer em explicar para você o que quer dizer “fragilizado”, porque o que ocorreu recentemente nenhuma mudança causa, tanto que ninguém foi perguntar ao presidente do PSDB se ele vai ser candidato a prefeito na próxima eleição ou não. E, sem saber, relatou ontem o radialista fatos que não correspondem à verdade. Fragilizado é um governo que está torcendo para que suas contas não cheguem à Câmara, pois se chegarem, ainda este ano, a chance de Jô Silvestre ser candidato será zero e daí é que a correria vai começar.

Mas, de tudo, o que chama a atenção é como os senhores políticos de Avaré (inclusive o radialista) mudam de opinião quando isso possa trazer benesses aos políticos e não à cidade, sendo que, até ontem, o prefeito Jô Silvestre abominava o partido tucano e hoje diz o radialista que o prefeito teria interesse em assumir o partido tucano.

O mais importante ainda é que, ontem, o radialista deixou muito claro que não faz parte da imprensa de Avaré e, mais que isso, deixou claro que está fazendo política partidária para manter o filho na Secretaria do atual governo, sistema sempre utilizado em todas as emissoras pelas quais já passou.   Não esqueça, radialista, o povo de Avaré acordou de vez.

Veja Também