Extinções de cobranças milionárias são apuradas por CPI

Extinções de cobranças milionárias são apuradas por CPI Fonte da Foto: divulgação

Uma das atribuições do Legislativo é fiscalizar o Executivo e a abertura da CPI da Dívida Ativa mostrou um caminho que merece uma atenção por parte de toda a sociedade, pois uma Prefeitura não pode abrir mão de uma receita de mais de cinco milhões de reais, ainda mais quando se trata de um prefeito que não concedeu aumento salarial aos servidores alegando falta de verbas.

O assunto é dominante entre os formadores de opinião, pois todos enxergam que uma CPI é prerrogativa da Câmara, e muitos não entendem como é uma investigação tão importante, que descobriu a extinção de 1200 processos de cobrança, pode estar suspensa por causa da Justiça, que deu razão a um mandado de segurança que a Prefeitura entrou contra a Câmara, o que impede as atividades da Comissão, que vem prestando um importante serviço à sociedade.

Mais de cinco milhões de reais perdidos é um volume de dinheiro estarrecedor, e se essa informação chegar ao Judiciário, o que se espera é que a CPI possa ser retomada para que mais situações sejam desvendadas, mas o que está se vendo é que o prefeito Jô Silvestre não deve estar a par desse descalabro financeiro, o que mostra a fragilidade da sua gestão. A pergunta que se faz é: será que esses mais de cinco milhões de reais não poderiam ajudar a melhorar a situação salarial dos servidores ou pelo menos construir mais postos de saúde ou escolas? Infelizmente, a inoperância fez o nosso povo perder esse extraordinário volume de dinheiro.

Veja Também