Jô Silvestre não mostra preocupação em cortar gastos

Jô Silvestre não mostra preocupação em cortar gastos Fonte da Foto: ilustrativa

A maneira de governar Avaré, demonstrada pelo prefeito Jô Silvestre, desde o início do mandato, não bate com as declarações do secretário de Administração, Ronaldo Guardiano, e isso já foi percebido desde que o secretário falou na Câmara sobre a situação do limite prudencial e a folha de pagamento.

Quem tem vontade política de ajustar as contas da Prefeitura não pode demorar a iniciar uma ação mais eficaz sobre o assunto e isso já vem se prolongando há mais de dois anos de governo. Apenas agora é que surgiu a primeira conversa sobre o assunto e foi justamente o secretário de Administração, possivelmente sendo o único a se mostrar preocupado.

Diferente do secretário, o prefeito Jô Silvestre prefere achar uma saída, afirmando sempre que é o limite prudencial que não permite dar aumento aos servidores e muito menos a progressão salarial dos professores, mas o que está sendo muito visível é que o prefeito não pensa duas vezes para colocar comissionados, principalmente aqueles ligados aos que o ajudaram a ser conduzido ao poder, fato que até mesmo o presidente do Sindicato dos Servidores da Prefeitura por diversas vezes trouxe a público.

Veja Também