Mega investimento de Jô Silvestre poderá não sair do papel

Mega investimento de Jô Silvestre poderá não sair do papel Fonte da Foto: Ilustrativa

Após ser noticiada a desapropriação das terras da conhecida Fazenda Água da Onça de Avaré com mais de 1,6 milhões de metros quadrados, no semanário oficial de 17 de agosto de 2018, local onde a Prefeitura pretende implantar um programa de lotes sociais, repassar parte do espaço para a iniciativa privada, construir imóveis voltados “Minha Casa, Minha Vida”, como também um micro parque industrial e um cemitério, em virtude da tamanha repercussão da informação, o Jornal Ogunhê iniciou uma apuração aprofundada do caso.

Em contato com a advogada Dra. Izabel Cristina Arthur, que representa a Clínica Geriátrica Lago Azul Ltda. de propriedade da Sra. Dalva Ferreira Lisboa Rocha, credora do falecido proprietário da área em questão, a advogada esclareceu e enviou documentos comprobatórios de que a notícia divulgada com veemência pelo semanário da Prefeitura e pelas entrevistas do prefeito Jô Silvestre, em uma emissora de radio, pode não ser tão simples assim. Pelo que consta e, de acordo com o despacho do Desembargador Relator do Agravo nº 2187084-86.2018.8.26.0000 da 7ª Câmara de Direito Privado, a referida área não pode ser negociada pelo valor que foi oferecido e a Prefeitura não é parte legítima para figurar nesse processo.

Em resumo, a área de 1,6 milhões de metros quadrados ainda não é propriedade da Prefeitura de Avaré, como afirma o semanário. Suspenso por decisão judicial, esse litígio pode atrasar em anos os planos do prefeito, isto porque, em total demonstração de despreparo, ele prefere noticiar em vez de resolver todas as questões pendentes do processo.

Basta ver que na decisão do desembargador, fica nítido que “deve ser levado em conta, ainda, que pende a constrição sobre o bem em favor da agravante (penhora), de modo que é pertinente a consulta aos credores”, isso não foi realizado pela Prefeitura de Avaré o que culminou nesse dissabor.

Mais uma vez, o governo de Avaré se precipita e noticia o que pode não acontecer em curto prazo.

 

Veja Também