Na frente do Paço, vaga para deficiente é usada para deixar neta na escola

Na frente do Paço, vaga para deficiente é usada para deixar neta na escola Fonte da Foto: Ogunhê

Pessoa que não é deficiente utiliza a vaga de deficiente por alguns minutos, bem na frente do Paço Municipal, para levar a neta à escola, situação que está ficando um assunto tão natural em Avaré, por falta de uma fiscalização mais enérgica. Tudo isso durante o dia de ontem, 12 de agosto.

Imaginemos então que se isso acontece na frente do Paço Municipal, como deverá ser em outros lugares onde a fiscalização, muitas vezes, é falha, deixando que isso vire uma rotina negativa na cidade.

O prefeito Jô Silvestre e os setores que deveriam ser competentes para sanar esse problema deixam uma conotação que aqui em Avaré tudo pode, quando se observa que a lei está sendo desrespeitada.

Como podem cobrar alguma coisa do prefeito ou de seus funcionários se o próprio cidadão ou cidadã tem, supostamente, o mesmo comportamento dos que dirigem a cidade?  Esperam o que de Avaré?

Veja Também