Pequenas chuvas já causam enchentes em Avaré

Pequenas chuvas já causam enchentes em Avaré Fonte da Foto: divulgação

Falar das enchentes em Avaré já se tornou um fato tão corriqueiro e até mesmo cansa a inteligência dos nossos leitores; mas, algumas “chuvinhas” também corriqueiras de menor volume já servem para mostrar o descaso sobre um assunto que ocorre há mais de 35 anos.

O fato é que a Prefeitura não oferece nenhuma motivação para que a população acredite que isso possa ser resolvido a médio tempo, porque é de conhecimento público que não existe prioridade no atual governo, que se acostumou a jogar para o futuro algumas obras de grande relevância, não conseguindo manter nem mesmo em funcionamento um anel viário para caminhões onde podem apenas circular veículos leves, fato que trouxe transtornos ao prefeito recentemente.

Assim foi na época em que o ex-prefeito Joselyr Silvestre apenas esboçou uma reação em resolver o problema, chegando a desapropriar alguns terrenos no leito do rio que corta o centro da cidade, com objetivo de construir os chamados piscinões, o que acabaria com as enchentes nos pontos cruciais da cidade, o que não chegou a ser concluído.

Não ocorreu, permanecendo as enchentes que já viraram rotina na vida do avareense e agora no mês de março e possivelmente abril é bem possível a continuidade das chuvas bravas. O que chama a atenção é que somente agora foi resolvida a criação de uma audiência pública da Frente Parlamentar Municipal de Combate às Enchentes e acontece já no dia 20, sendo que foi necessária a iniciativa do atual presidente da Câmara Barreto de Monte Neto, audiência que acontecerá no Plenário da Câmara de Vereadores e aberta a toda a população.

Veja Também