Polícia afasta hipótese de sabotagem no caso de água contaminada

Polícia afasta hipótese de sabotagem no caso de água contaminada Fonte da Foto: divulgação

A Polícia Civil descartou a hipótese de sabotagem e passou a investigar o caso do tanque de água do setor de hemodiálise do Hospital das Clínicas (HC) de Botucatu contaminado com ácido como manipulação equivocada. A matéria é do site Acontece Botucatu.

A informação foi passada pela polícia em uma entrevista coletiva, na Delegacia de Investigações Gerais (DIG), com presença da diretoria do Hospital das Clínicas.

A Polícia Científica e Civil estiveram no local para registro da ocorrência e um inquérito foi instaurado para investigar o caso. Inicialmente, o caso foi registrado como adulteração ou corrupção de produção.

Segundo o delegado responsável pelo caso, Geraldo Franco Pires, após o resultado dos laudos, o caso será apurado por manipulação equivocada pelos próprios funcionários. Com a mudança na investigação, funcionários serão novamente ouvidos pela Polícia Civil. Após a denúncia, o serviço foi suspenso no dia 16 de março.

O ácido foi percebido por uma enfermeira que antes de fazer a sessão no primeiro paciente realizou o teste da água e percebeu que a coloração estava diferente. Foi constatado que na água havia contaminação de ácido peracético, utilizado para limpar as máquinas.

Para não comprometer a saúde de nenhum paciente, o diretor do hospital pediu a suspensão do atendimento à população e a limpeza dos tanques. Todos os 100 pacientes foram remanejados para o dia seguinte.

Veja Também