Polícia Civil realiza ações para combater crimes contra o patrimônio

Polícia Civil realiza ações para combater crimes contra o patrimônio Fonte da Foto: assessoria

Flutuação atípica no número de furtos registrada no mês de maio recebeu resposta imediata com prisão de dupla suspeita de atuar em mais de uma dezena de casos.

Fartura vivenciou um crescimento incomum no número de furtos em maio. A Delegacia de Polícia local registrou 32 ocorrências do gênero, quantidade atípica levando-se em conta que a média mensal no primeiro quadrimestre de 2019, segundo dados da Seccional de Avaré, foi de 15 casos. A situação gerou uma resposta imediata da Polícia Civil local, formalizada em ações especiais que resultaram na prisão de dois suspeitos, ainda dentro do mês.

Os indivíduos presos foram W. S., de 31 anos, e P. E. R. S., de 34, ambos conhecidos no meio policial. Eles são apontados pela investigação como responsáveis por mais de uma dezena dos furtos registrados. A dupla foi presa em flagrante, pois foi localizada com objetos subtraídos das vítimas. Eles também estavam com peças de roupas utilizadas nas cenas dos crimes, conforme prova feita com imagens de câmeras de segurança.

Em um imóvel habitado por um deles, os policiais encontraram e apreenderam dinheiro em espécie (aproximadamente R$ 400), uma pequena porção de crack e um simulacro de arma de fogo. Esse material, de acordo com investigadores, foi utilizado no único roubo registrado em maio em Fartura. Esse crime também seria de autoria da dupla. Dois telefones celulares foram igualmente recolhidos para averiguação.

W. e P. foram encaminhados para a Delegacia e durante o interrogatório acabaram confessando a autoria dos delitos. Paulatinamente, as vítimas estão sendo intimadas a comparecer na unidade policial para prestar declarações sobre os fatos e eventualmente realizar o reconhecimento dos pertences apreendidos com os criminosos.

De acordo com a delegada de polícia titular de Fartura, Jordana Rueda Amorim, a prisão dos dois indivíduos foi apenas o início de um conjunto de medidas que vão permitir revelar a autoria de outros casos ocorridos em maio e também em meses anteriores. “Nossa equipe tem avançado nas investigações. Esse esforço vai ser fundamental para responsabilizar mais criminosos. Estamos fechando o cerco, coletando provas, e oportunamente teremos condições de cumprir alguns mandados de prisão”, destacou.

Tráfico de drogas - Como desdobramento das ações de combate ao crime no município, a Delegacia de Fartura, também no mês de maio, conseguiu efetuar a prisão do casal G. F. L. L., de 20 anos, e C. S., de 30 anos, por envolvimento com o tráfico ilícito de entorpecentes.  O flagrante foi realizado em uma residência localizada na Rua Gastão Vidigal, no centro.

Os policiais estiveram na casa visando cumprir mandado de busca expedido pela Justiça. A entrada no imóvel teve que ser precedida de arrombamento da porta, já que o casal não respondia aos chamados dos policiais. Após varredura, apenas dois recipientes plásticos com resquícios de cocaína foram encontrados. No entanto, os policiais desconfiaram que C. poderia estar ocultando mais drogas no interior das roupas íntimas, o que de fato foi comprovado após a própria indiciada, já na Delegacia, entregar seis porções de cocaína cujo peso total foi de 2,1 g. Em face das denúncias envolvendo G. e C., a autoridade policial autuou ambos em flagrante pelo crime de tráfico de drogas. (da assessoria da Polícia Civil)

Veja Também