Prefeitura não teria dado satisfações sobre convênio com cidades

Prefeitura não teria dado satisfações sobre convênio com cidades Fonte da Foto: ilustrativa

Vem chamando a atenção de muitos políticos da cidade e da região o fato da Prefeitura de Avaré, sobre o projeto de Lei de autoria do prefeito Jô Silvestre que foi enviado à Câmara em 3 de setembro de 2.018, que foi rejeitado pelos vereadores, inclusive com parecer contrário da Comissão de Constituição, Justiça e Redação.

O projeto do prefeito Jô Silvestre versava sobre um convênio de saúde de Avaré com as cidades de Manduri, Águas de Santa Barbara e Iaras, todas aqui da região de Avaré.

Ocorre que para que esse tipo de convênio, segundo um causídico que entende do assunto, possa ser firmado é necessária a aprovação da Câmara de Vereadores, um suposta jogada que o prefeito tentou, mas não deu certo, contam os mais experientes.

Em fevereiro de 2019 o prefeito Jô Silvestre chegou a apresentar outro projeto de lei e desta vez, solicitando a abertura de crédito adicional especial no valor de 956.359,30 e, segundo consta, possivelmente seria para efetuar a devolução e este projeto também foi rejeitado pela maioria dos vereadores.

Até o momento a Prefeitura de Avaré não teria supostamente conseguido devolver as quantias às cidades envolvidas e nenhum setor da Prefeitura procurou a imprensa para justificar o acontecimento e quais as razões que teriam levado a Prefeitura fechar um convênio dessa natureza, quando tinha conhecimento que se trata de um assunto de grande relevância que precisava passar pela Câmara de Vereadores.

Veja Também