Prefeitura traz a público problemas com Arenão

Prefeitura traz a público problemas com Arenão Fonte da Foto: divulgação

Quem esperava que a construção do faraônico Arenão, que vem sendo construído com verba do Dadetur, não viesse a apresentar alguns problemas de ordem administrativa se enganou, pois a própria Prefeitura já informou que a empresa responsável pela execução não estaria cumprindo algumas determinações que o projeto exige.

A situação bem antes de ser iniciada já era foco de discussão na cidade e que isso certamente iria acontecer, justamente por falta de uma fiscalização mais eficaz por parte da Prefeitura, que já trouxe a público que a empresa Matserv Comércio e Serviços Ltda, com sede em São Paulo, já teve a sua primeira advertência publicada no Semanário Oficial do dia 2 de agosto.

A obra, segundo o jornal A Comarca, tem prazo de conclusão em 24 meses, mas o que estamos vendo somente em cinco meses de trabalho, o prefeito Jô Silvestre estaria vendo na frente apenas problemas, o que indica que problemas como esses possivelmente voltarão a ocorrer, porque, segundo engenheiros da cidade, é humanamente adiantar um serviço tão relevante como do Arenão com uma empresa que coloca apenas 29 operários para trabalhar na obra.

O que chama a atenção principalmente de quem entende de construção é o fato da Prefeitura emitir  várias notificações e que nenhuma solução teria sido tomado pela empresa com relação ao atraso nos trabalhos na obra retumbante do “Arenão”. O que não é novidade para ninguém é que esse tipo de coisa iria acontecer, mas ninguém esperava que fosse a cinco meses de obra, onde não aparece progresso algum e a pergunta que fica é: quando a Prefeitura vai tomar uma decisão adequada para que termine essa obra do “Arenão” em 24 meses?  Impossível, dizem conhecedores do assunto.

Veja Também