Secretário tenta expulsar jornalista de obra pública

Secretário tenta expulsar jornalista de obra pública Fonte da Foto: divulgação

Primeiro jornalista a chegar no Arenão, onde estava ocorrendo uma greve de trabalhadores da empresa contratada pela Prefeitura, Wilson Ogunhê,  foi alvo de uma tentativa de intimidação por parte do secretário de Obras, Alexandre Nigro, fato tão corriqueiro já nesse governo de Jô Silvestre que acham que a cidade supostamente virou uma fazenda.

O jornalista que acompanhava de perto a conversa entre o apontador da empresa de nome Ronni e o sindicalista José Fernandes, em certo momento foi chamado por uma funcionária da empresa MatServ Engenharia, que informou ter recebido uma ligação pelo celular do Secretário de Obras da Prefeitura, Alexandre Nigro, solicitando para que o jornalista se retirasse do local porque era proibido sua permanência naquele local.

O jornalista solicitou à funcionária da empresa para que ligasse ao secretário passando o numero do seu celular, para que ele falasse diretamente ao jornalista sobre essa proibição. Não demorou muito quando o sindicalista conversava com os trabalhadores, outro apontador disse ao jornalista que o dono da empresa MatServ Engenharia estava solicitando por celular para que o jornalista se retirasse do canteiro de obras. Quando o jornalista pediu o celular para falar com o proprietário da empresa, esse ato foi negado com alegação que o dono já havia desligado o aparelho.

O que tivemos foi a oportunidade de ver in loco é uma obra nada mais do que faraônica, já apresentando diversos erros e até os próprios funcionários foram unanimes em dizer que em menos de 3 anos, se continuar essa demanda entre a empresa e empregados a obra poderá demorar ainda mais. Enquanto isso verificamos a presença de dois elementos para fora da cerca com documentos nas mãos, que alegavam ter trabalhado na empresa no começo da obra e não receberam até hoje.

Veja Também