Sonorização do prefeito em Arandu pegou mal, diz opinião pública

Sonorização do prefeito em Arandu pegou mal, diz opinião pública Fonte da Foto: divulgação

O vereador Flávio Zandoná, na sessão de segunda-feira, dia 16, levantou uma questão muito importante, sobre uma matéria que foi apurada pelo Jornal do Ogunhê, quando, no dia 9 de setembro, o prefeito Jô Silvestre foi flagrado pelas lentes de um mutuário que esperava para receber sua casa popular, trabalhando em uma mesa de som em um evento em Arandu.

Zandoná apenas questionou o fato do prefeito Jô Silvestre, que ocupa um cargo relevante em Avaré, como chefe do executivo, ser flagrado fazendo mesa de som para a entrega de casas populares, o que poderia ser feito por qualquer funcionário da sonorização.

O vereador reportou aos ouvintes da sessão que, em plena segunda-feira, quando o prefeito Jô Silvestre deveria estar em Avaré, dando assistência aos munícipes que o procuravam, ele estava em outra cidade teoricamente prestando serviço de som, fato que nunca ocorreu na região, principalmente numa cidade completamente cheia de problemas para serem resolvidas como é o caso de Avaré. 

O vereador pede uma explicação sobre o comportamento de um prefeito que, supostamente, não estaria  se mostrando preocupado com os problemas latentes em Avaré. Para a opinião pública, o fato não pegou bem. 

Veja Também