Vereador não pode intimidar cidadãos que vão à Câmara

Vereador não pode intimidar cidadãos que vão à Câmara Fonte da Foto: ilustrativa

É comum em Avaré, agora, moradores de bairros de Avaré, que estão sendo esquecidos pelo poder público, fazerem uso da tribuna da Câmara para defender seu bairro, através de uma atitude do legislativo que abriu uma porta maior para a liberdade de expressão do cidadão avareense.

Como bem traz um Editorial na segunda página do jornal A Comarca de sexta-feira, com o título de “Vigiar e Punir”, um vereador não pode usar utilizar de pretexto da imunidade parlamentar, para tentar intimidar moradores de bairros presentes na sessão.

Por isso é que o eleitor precisa escolher bem seu representante na Câmara, para que não seja necessário assistir o papel ridículo de um parlamentar, que não aceita críticas e quando criticado pelo fato de ser defensor mor do prefeito, não observa o uso certo das palavras, onde muitas vezes se condena publicamente, colocando-se como um vereador que pelo fato de defender o prefeito tem de tudo com ele, quando precisa.

São erros gritantes, onde alguns parlamentares de Avaré, pelo fato de estar do lado do prefeito, acham que podem falar o que querem e quando querem, usando da tribuna para intimidar moradores, usando de truculência verbal, como se nada pudesse punir o que faz de errado. Tem aqueles que ainda mostram terríveis contradições para defender o prefeito, como o fato de confessar ser privilegiado pelo prefeito enquanto que parlamentares da oposição não são, o que é uma situação óbvia. Vale a pena ler o Editorial do jornal A Comarca.

Veja Também