Vereadora: prefeito pode ser responsabilizado por ausência de funcionário

Vereadora: prefeito pode ser responsabilizado por ausência de funcionário Fonte da Foto: Assessoria

De acordo com a vereadora Marialva Biazon, autora do requerimento que pedia a presença do responsável pela coleta do lixo em Avaré, Márcio Bertoni, o secretário de Meio Ambiente, Judésio Borges, teria tentado justificar a ausência de seu funcionário afirmando que ele teria que ser convocado para dar explicações e não o comissionado.

A presença de Bertoni era esperada pelos vereadores, na noite de ontem, dia 12, durante sessão da Câmara.

Segundo Marialva, Borges enviou um requerimento afirmando que a Lei Orgânica do município determina que o chefe da pasta seja convocado para dar explicações e não um funcionário.

O requerimento de Borges foi rebatido por Marialva que afirmou que o artigo 23 da Lei Orgânica de Avaré estabelece que “a Câmara pode convocar secretários ou quaisquer titulares de órgãos diretamente subordinados ao prefeito para prestarem, pessoalmente, informações sobre assunto previamente determinado”.

Ela lembrou ainda que o mesmo artigo estabelece que a ausência do convocado, sem justificativa, é crime de responsabilidade. “Neste caso, lembro ao Borges que o funcionário, ele e o prefeito respondem pelo fato do Bertoni não vir ao Legislativo”, finalizou.

 

Veja Também