Vereadora revela que vice também pode ser alvo de investigação

Vereadora revela que vice também pode ser alvo de investigação Fonte da Foto: Facebook

A primeira sessão extraordinária da Câmara Municipal de Avaré, seria 'somente' para votar a cassação do prefeito Jô Silvestre por perseguição política, mas acabou em uma grave acusação contra a vice-prefeita de Avaré, Bruna Silvestre (foto).

De acordo com o jornal Sudoeste Paulista, a vereadora Marialva Biazon afirmou que Bruna Silvestre pode também responder por quebra de decoro por “expor suas partes intimas em público”.

Marialva não entrou em detalhes, apenas disse que Bruna “anda expondo suas partes íntimas durante eventos".

Bruna Silvestre, que acompanhava a sessão, chegou a se manifestar sobre a declaração, mas acabou advertida pelo presidente da Câmara, Barreto do Mercado.

Veja Também