Vereadores criticam reforma de escola

Vereadores criticam reforma de escola Fonte da Foto: Divulgação

A reforma da escola Maneco Dionísio e a consequente transferência dos alunos para outras unidades da cidade continuam gerando polêmica, principalmente por causa da insatisfação dos pais, que foram pegos de surpresa com a notícia.

De acordo com a vereadora Adalgisa Ward, durante sessão de ontem, dia 6, na Câmara, até mesmo a diretora da escola foi pega de surpresa com a reforma repentina. Segundo a parlamentar, a funcionária sequer sabe explicar o motivo dessa obra.

Adalgisa lembrou que, a transferência destes alunos, ocasionará outro problema: a mistura de crianças e adolescentes, nas unidades a que estes foram transferidos no segundo semestre deste ano.

O fato também foi alvo de críticas por parte do presidente da Câmara, Toninho da Lorsa, que afirmou que a faculdade Eduvale se propôs a ceder sala de aula para todos os alunos do Maneco Dionísio, porém, a Secretaria de Educação não aceitou a oferta.

“Esta história está meio torta, não teve planejamento. As salas da Eduvale estão disponíveis e os pais descontentes, dá para conciliar isso, mas falta vontade aos representantes do Executivo”, afirmou.

A reforma começou no início do mês de julho e a expectativa é de que termine ainda este ano.

Com a reforma, os alunos foram transferidos para as seguintes escolas municipais: Flávio Nascimento, Clarindo Macedo. Maria Thereza de Oliveira Picalho, Coronel João Cruz, Zainy Zequi e Maria Izabel Cruz Pimentel.

Veja Também