Vereadores já não conseguem defender prefeito

Vereadores já não conseguem defender prefeito Fonte da Foto: divulgação

Quem assistiu à sessão da Câmara de segunda-feira, dia 22, pelo menos os que estão mais atentos ao que ocorre em Avaré, perceberam que vereadores da base do prefeito Jô Silvestre já não têm argumentos para defendê-lo e o máximo que estão conseguindo é afirmar que o que foi prometido será cumprido, o que já não estaria convencendo a população, há um bom tempo.

E não poderia ser diferente porque o próprio prefeito não tem mostrado suposta vontade de ajudar nem mesmo seus próprios vereadores, uma vez que alguns deixam claro em seus discursos que suas reivindicações não estão sendo atendidas; ainda assim, alguns parlamentares tentam buscar motivação em situações contraditórias para, teoricamente, confundir aquele que está assistindo ou ouvindo a sessão.

Pensemos, então: como um prefeito que não está colaborando com os vereadores da base, aqueles que estão do seu lado e que, toda segunda-feira, enfrentam um bombardeio de críticas na Câmara, poderia atender às reivindicações daqueles de oposição, uma vez que é publico e notório que Jô Silvestre, supostamente, prefere ver os vereadores de oposição pelas costas?

Ficou muito claro na sessão de segunda, depois que o cidadão Ricardo Aparecido Gomes se pronunciou na tribuna defendendo o bairro Jardim Califórnia, sem ser contestado como foi na primeira vez e alguns vereadores da base passaram até mesmo a dar razão ao cidadão, depois que mostrou na tela o prefeito Jô Silvestre em Bauru assinando documento em busca dessa verba. Por incrível que pareça, até mesmo Carlos Alberto Estati passou a ser menos ácido em suas críticas tentando achar uma maneira de não ferir os sentimentos do cidadão, possivelmente por saber que, eventualmente, como disse o morador do bairro, não existe essa verba.

Veja Também