15 de setembro

gora vai ser com a Câmara e vamos ver como vai ficar, pois o prefeito acaba de perder uma ação trabalhista e pode ser configurada como improbidade, pois os advogados não foram à audiência.
  Mais pesado mesmo foi sobre o projeto de lei do prefeito onde, por pouco, ele não engana os vereadores que quase aprovaram o projeto que estava totalmente errado. O prefeito foi chamado de mentiroso.
  No bojo do projeto, Jô Silvestre constava que Ulisses tinha desistido de uma permuta com a Prefeitura, fato que não era verdade, pois Ulisses esteve presente na sessão para confirmar que houve, sim, essa permuta.
  Mais que interessante é a defesa que Roslindo Machado faz sobre gratificações e acréscimo salarial de sua assessora, chegando a dizer que a vereadora Marialva, mesmo documentada, está errada no que disse.
  Pode até ser legal, mas é imoral o secretário Roslindo contratar empresa de sua própria família para atuar na saúde de Avaré. Para Marialva Biazon, isso não pega bem para o secretário de Saúde.
  E não é que o prefeito Jô Silvestre desenterrou a pasta de Negócios Jurídicos, sem que essa secretaria fosse aprovada pela Câmara. O pior é que todos sabem que foi o maior barulho quando tentaram criar essa pasta.
  Jô Silvestre vem mostrando um visível receio dos professores, educadoras que no passado ensinaram a ele o pouco que sabe e, mesmo assim, continua virando as costas para a categoria.
Muito verdadeira a manchete do jornal A Voz do Vale que trouxe a informação que Avaré completava mais um aniversário, sem qualquer sinal de inauguração de alguma obra de Jô Silvestre.
  Há mais de duas semanas não se fala mais sobre a famosa obra de recapeamento das ruas de Avaré e tudo indica que a empresa já deixou a cidade, sem ao menos terminar o asfalto do Plimec que liga à Vila Esperança.
  Ninguém ouviu falar em Fampop, pois o evento foi relegado a segundo plano neste governo e tudo isso por ser um projeto simples, já que o prefeito gosta mesmo e de eventos audaciosos como a Emapa em dezembro.
  Ninguém do governo até agora deu a notícia verdadeira sobre quanto vai ficar a brincadeira do prefeito com esse evento da Emapa. Interessante que a área de alimentação já foi vendida por quase meio milhão.
  Interessante é que os gastos com artistas e montagem superam mais de um milhão de reais e, dizem os protetores do prefeito, que a Prefeitura vai levantar esse dinheiro com patrocinadores.
  O que ninguém sabe e não fala é que o dinheiro vai sair dos cofres da Prefeitura mesmo e não tem conversa. Pior que o prefeito chorou no início de governo que não tinha dinheiro.
  Com tantos problemas para resolver, o prefeito agora resolve entrar naquela de revitalizar a avenida central com vasos com coqueiros, o que deixa a impressão de que tem muito dinheiro sobrando na Prefeitura.