Câmara poderá ter que restituir vereadores por desconto ilegal

Câmara poderá ter que restituir vereadores por desconto ilegal Fonte da Foto: ilustrativa

Presume-se que o presidente da Câmara, Barreto de Monte Neto, não esperava por uma invertida vindo justamente de onde ele costuma levar seus embaraços políticos e que vez em quando saia vitorioso que é o Poder Judiciário. Desta vez, mesmo tentando mudar o rumo da contenda não conseguiu, principalmente depois de um parecer do Ministério Público, que coloca a situação em seu verdadeiro trilho.

Agora, caso a Justiça de Avaré confirme a liminar no mandado de segurança que anulou a sessão e a resolução da Câmara de Avaré que demitia a diretora Ádria de Paula, o presidente Barreto terá que restituir aos vereadores que sofreram desconto nos seus subsídios por terem faltado à sessão, como alegado pelo presidente. 

O desconto ilegal também poderá desencadear investigação por suposta prática de ato de improbidade administrativa contra o presidente Barreto de Monte Neto.

Veja Também