Informação equivocada prejudica Marcelo Ortega

Informação equivocada prejudica Marcelo Ortega Fonte da Foto: arquivo

Enquanto falam em abrir um hospital de campanha no prédio do AME em Avaré veio ao conhecimento público um fato contraditório que assusta cada vez mais a população de Avaré.

Na sessão de ontem, na Câmara de Vereadores, dia 3 de maio, o parlamentar Marcelo José Ortega, ao usar da palavra, revelou que pacientes estariam sendo entubados sem sedação em razão da falta de medicamentos. Segundo o vereador, hospitais estariam tendo dificuldade para encontrar esses insumos no mercado.

Marcelo Ortega disse que sem a sedação, o paciente sofre muito ao ser entubado, o que, segundo o vereador, faz com que o paciente enfrente uma dor imensa. Disse que teve conhecimento do fato através de um médico que atende na Santa Casa e que haveria necessidade dos vereadores entrarem em contato com Miguel Chibani, para achar uma saída para a situação, como, por exemplo, procurar o governador ou ir até Brasília. O parlamentar classificou a situação da pandemia em Avaré como momento cruel para quem precise ser entubado.

Nota de esclarecimento – Através do Facebook, o vereador Ortega, ontem mesmo, ainda na sessão, fez um esclarecimento, afirmando que tinha recebido um telefonema do provedor Chibani alertando que não está acontecendo o fato de pacientes serem entubados sem sedação. Ortega disse que falou sobre o assunto porque obteve informações de dentro da Santa Casa. Informou que Chibani esclareceu a situação e que a Santa Casa de Avaré precisa de muita ajuda. Disse que levou o assunto para o plenário da Câmara porque ficou muito preocupado, mas reconheceu que a equipe da Santa Casa vem fazendo um trabalho muito dignificante - disse o vereador depois de elogiar o provedor Miguel Chibani.

Veja Também