Jô Silvestre informou desde início que seguiria decretos do governador

Jô Silvestre informou desde início que seguiria decretos do governador Fonte da Foto: arquivo

Toda essa celeuma em cima de uma nota publicada pela Prefeitura de Avaré e na tarde do mesmo dia ser retirada sobre reabertura de academias, restaurantes, bares e similares, ocorrida na quarta-feira precisa ser melhor explicada à sociedade avareense e essa é a função da imprensa de buscar informações a respeito, porque o prefeito Jô Silvestre desde o início deixou declarado publicamente que iria seguir os decretos do Governo do Estado.

Para muitos políticos da cidade mesmo que situação ou oposição ao prefeito, esse erro jamais poderia ter acontecido, quando se sabe que não apenas o prefeito Jô Silvestre mas como seus súditos, como o pessoal do Jurídicos e assessores diretos sabiam do posicionamento do prefeito em seguir à risca os decretos do Plano São Paulo, até porque estava indo muito bem e Avaré na próxima semana estaria propenso a entrar na fase amarela o que permitiria essa reabertura.

Há quem diga que o prefeito Jô Silvestre continua em tese sendo mal orientado e assessorado, quando existe dentro da Prefeitura um corpo jurídico que poderia orientá-lo para que não viesse ocorrer uma celeuma dessa natureza, pois o papel do jurídico da Prefeitura é justamente para esse tipo de orientação.

Isso sem contar com um secretário de Administração que sempre leva a sério muitas atitudes que ocorrem na Prefeitura, que poderia ser com demais assessores do prefeito e ainda o corpo jurídico, orientar o prefeito sobre as determinações do decreto do governador e lembrar que na fase laranja não existiria possibilidades do se propôs a fazer. O fato é que faltou um trabalho de orientação do jurídico da Prefeitura e dos seus assessores diretos.

Veja Também