Para internautas, vereadores querem fazer da política meio de vida

Para internautas, vereadores querem fazer da política meio de vida Fonte da Foto: ilustrativa

A Câmara de vereadores de Avaré proporcionou, na sessão de segunda-feira, tudo aquilo que a maior parte da sociedade avareense pensava que não iria acontecer, a manutenção do valor do salário dos vereadores para a próxima gestão. A votação de segunda-feira, dia 28 de setembro, ajuda o cidadão a entender melhor que, em tese, os interesses pessoais dos atuais vereadores, estão acima de qualquer preocupação com o dinheiro público, o que vale é que o seu salário aai no final do mês.

O interessante é que a maioria dos vereadores, conhecidos como antigos, segundo os internautas, pensaram muito mais no valor maior, pensando que continuarão ocupando a cadeira nos próximos quatro anos, o que é difícil de saber já que a rejeição a muitos deles nasceu naquela fatídica segunda feira, dia 28 de setembro, uma data que no final terá repercussão.

A rede social comprova que a população não concorda com vereadores que nem mesmo conseguem mostrar uma definição exata do que é legislar e que, em tese, principalmente aqueles vereadores antigos que fizeram carreira na Câmara querem fazer do legislativo um meio de vida ou da política uma profissão.

A esperança é que novas cabeças ocupem um lugar na Câmara, pois é necessário mudança, caso contrário esse tipo de suposta profissão pode ganhar proporções desanimadoras e o exemplo já temos, pois em Avaré tem mais candidato a vereador do que a cidade de Botucatu que é muito maior.

Veja Também