Prefeitura de Avaré chegou a entrar na Justiça para sair do vermelho

Prefeitura de Avaré chegou a entrar na Justiça para sair do vermelho Fonte da Foto: arquivo

Há tão pouco tempo a Procuradoria Jurídica da Prefeitura de Avaré chegou a entrar na Justiça com uma ação pleiteando que o município viesse a ser retirado da fase vermelha pelo Plano São Paulo, quando o juiz da 1ª Vara Cível de Avaré, Diogo da Silva Castro, negou o pedido de liminar da Prefeitura para a retirada da fase vermelha, afirmando que a questão tem que ser colocada em análise sob prisma regional, e não local, como pretende o município.

O assunto chegou a ser discutido até mesmo no plenário da Câmara, onde o vereador Toninho da Lorsa deixou claro que não haveria necessidade de judicializar a situação; bastaria pegar um veículo e documentos e procurar o Comitê do Plano São Paulo, que seria muito mais interessante do procurar a Justiça aqui em Avaré que indeferiu o pedido de liminar do prefeito.

Deve ficar claro à sociedade avareense que certas precipitações nunca levaram a nada e esse método continua sendo o costume do prefeito Jô Silvestre, uma vez que apenas cumprindo as metas estabelecidas pelo Plano São Paulo, já se consegue obter êxito, sem precisar tomar providências exageradas, tão igual quanto à desapropriação de uma fazenda, que continua sob judice até hoje, em que a Prefeitura chegou a colocar uma placa como se fosse a proprietária, o que não procedia. Tudo isso por conta de atitudes intempestivas do prefeito Jô Silvestre.

Veja Também