Presidente da Câmara continua contrariando o partido Cidadania e nada acontece?

Presidente da Câmara continua contrariando o partido Cidadania e nada acontece? Fonte da Foto: Do Vale TV

Na entrevista exclusiva que Gerson Fiuza Cardoso concedeu à Do Vale TV, em 7 de julho deste ano, disse que foi preciso uma intervenção no partido porque as atitudes da presidente anterior, Isabel Cardoso, foram tomadas sem reuniões e sem consulta ao diretório. Isabel agora já está em outro partido e situações mais do que controversas estão ocorrendo. Com a mudança de comportamento, Isabel Cardoso vem colaborando para prejudicar ainda mais a Cultura de Avaré, acompanhando o desmantelamento do Conselho Municipal da Cultura, prejudicando artistas, imprensa e vários seguimentos sociais.

Na entrevista de julho o presidente do Cidadania, Gerson Fiuza, deixou patente que o Cidadania tem uma linha de compromisso buscando o bem da cidade não se submetendo à busca do poder, motivo pelo qual o partido não se alinha com a atual administração, alertando que o partido não poderia aceitar esse plano de poder implantado na gestão de Jô Silvestre, deixando a população em segunda ou terceira posição, argumentou. Sobre a situação de Isabel Cardoso disse que ela já estaria fora do partido.

Segundo Gerson Fiuza, agora, Flávio Zandoná deve seguir o que foi estabelecido antes das eleições, reforçando que foi orientado a seguir o que o diretório definir, sob pena de ser advertido; Gérson Fiúza diz, ainda, que Flávio Zandoná não foi eleito somente com os votos pessoais, foi com os votos de todos os outros candidatos do partido e que, se não acatar as decisões do partido, seu mandato poderá ser reivindicado, passando para seu suplente direto, no caso o ex-vereador Cabo Sérgio.

O que vem chamando a atenção desde a entrevista em 7 de julho é que integrantes do partido Cidadania de Avaré afirmavam que já teriam conversado com o presidente da Câmara, Flávio Zandoná, e que segundo informações ele iria se alinhar com o partido do Cidadania. O fato é que, até agora, o presidente da Câmara Flávio Zandoná tem mostrado um comportamento que não condiz com o do partido (Cidadania), seguindo fielmente as diretrizes do prefeito Jô Silvestre, sem receio do que possa acontecer. Já se passaram 2 meses e o comportamento do presidente continua o mesmo ou pior, porque não consegue conduzir uma sessão de forma acertada do começo ao fim.  A pergunta é a seguinte: o que estaria ocorrendo já que a informação seria que Zandoná voltaria a se alinhar com o Cidadania, mas nada disso aconteceu?

Veja Também