Secretário diz que mais duas propriedades receberam terras

Secretário diz que mais duas propriedades receberam terras Fonte da Foto: assessoria

O secretário de Serviços da Prefeitura que teve em reunião com vereadores com portas fechadas por determinação do presidente da Câmara, Barreto do Mercado e, mesmo sem ser transmitida para que a imprensa tomasse conhecimento em tempo real, questionado informou que mais duas propriedades teriam recebido terras retiradas da vicinal que está sendo preparada para pavimentação.

O curioso de tudo isso que o debate que vem ocorrendo sobre o caso, pensava-se que apenas o secretário Aberlardo Mendes teria teoricamente se beneficiado com essa terra, segundo ele (inservível), mas o secretário acabou por relatar que mais duas propriedades receberam essas terras com autorização dos proprietários dessas propriedade, o que leva a indícios que pode se tratar de pessoas supostamente ligadas a amigos do rei.

O interessante é que tudo isso já aconteceu em Avaré por diversas vezes, levando a população a ficar temerosa com certos acontecimentos quando se utilizam de coisas públicas para beneficiar supostos companheiros políticos. A curiosidade aumenta não apenas pelo ocorrido, mas também pelos argumentos utilizados, quando alguns dizem que são expurgos e para colaborar com a Prefeitura colocam em sua propriedade.

Ora, a explicação precisa ser bem detalhada nesse ponto e porque somente em Avaré as pessoas levam para sua propriedade terras que são de propriedade da Prefeitura, afirmando que ser terras inservíveis e até contaminadas, mas para a propriedade de algumas pessoas servem?  Não podemos acreditar que uma pessoa que já foi vice-presidente da ABQM, a maior agremiação existente no país, possa achar que estaria colaborando com a Prefeitura supostamente contaminando a sua propriedade já que informou que se trata de raízes e terras contaminadas.

Vereadores de Avaré caso não venham a tomar a devida providencia sobre esse caso, apenas porque alguns acham que estamos em ano eleitoral e não seria bom criar problemas, estão enganados, porque esse caso se tiver a omissão do Legislativo, com toda a certeza não vai ter omissão do Ministério Público, que deverá receber denúncia, caso essa CPI não venha a acontecer.

Veja Também