Secretário envia nota sobre fala de Marialva

Secretário envia nota sobre fala de Marialva Fonte da Foto: reprodução

O Secretário de Administração enviou ontem ao Jornal do Ogunhê algumas explicações no sentido de esclarecer a fala da vereadora Marialva Biazon publicada ontem neste jornal, onde ela citou algumas controvérsias no atos que o prefeito Jô Silvestre vem mostrando em plena pandemia do coronavírus, citando o suposto desconhecimento do prefeito.

Sobre a vereadora ter falado sobre essa posição do prefeito em plena pandemia ao dar aumento de gratificações para alguns servidores, o Secretário de Administração Ronaldo Guardiano informou que em razão da Pandemia e o Estado de Calamidade Pública decretado e o período Eleitoral, para este ano de 2020, o prefeito não autorizou expedição de portaria de gratificação para nenhum servidor.

Sobre os 100 caixões o Secretário de Administração disse que  está havendo sensacionalismo, visto que todos os anos é aberta ata de registro de preços para uma possível e futura aquisição destinada às pessoas que porventura necessitarem e sem condições financeiras para compra, as quais são atendidas depois de avaliação pelos técnicos do Serviço Social, não é aquisição e sim registro de preço, são ações da Secretaria Municipal de Assistência e Desenvolvimento Social, não utilizam recursos do Coronavírus.

Entretanto, o que teria chamado a atenção da vereadora Marialva Biazon foi a publicidade que nunca houve em compras de caixão, que como o Secretário diz se trata de um procedimento normal de todos os anos, mas que desta vez durante a pandemia do coronavírus ganhou notoriedade na imprensa, ao passo que, em outros anos, não. Outra situação que se mostra estranha é a pressa de se aprovar a toque de caixa um Projeto do prefeito para gratificações causando grande polêmica e afirmar somente agora que não será feita essa gratificação por ser ano eleitoral, ainda pelo decreto de Estado e Calamidade. O curioso para a vereadora é que somente agora o prefeito traz à luz a comunicação que não vai fazer mais o pagamento dessas gratificações.

Veja Também