SindAvaré apoia servidores da Educação pelo Adicional de Reclassificação

SindAvaré apoia servidores da Educação pelo Adicional de Reclassificação Fonte da Foto: Assessoria

O Sindicato dos Funcionários e Servidores Públicos de Avaré participou e apoiou a manifestação realizada no dia 21 de setembro pelos trabalhadores da área da educação da Prefeitura de Avaré. O grupo protestou contra a não renovação do adicional de reclassificação dos professores, reunindo-se na Concha Acústica, ao lado do Paço Municipal.

O ato contou com a presença do presidente do SindAvaré, Leonardo do Espírito Santo, que disponibilizou o corpo jurídico da instituição para ingressar, na Justiça, contra o não pagamento do benefício.

Segundo Espírito Santo, o recurso é previsto no Fundo da Educação Básica (Fundeb), consta no Plano de Cargos e Salários da Educação e 2020 é ano de renovação desse direito do trabalhador.

“A Prefeitura alega que não pode conceder o benefício, pois está impossibilitada pela Lei Eleitoral. Mas nós discordamos pois é uma revisão e não um aumento na folha de pagamento”, garantiu o presidente do Sindicato.

Leonardo ainda manifestou seu repúdio à situação, disse que com o baixo e defasado salário, alguns servidores chegam a receber pouco mais de R$ 500 ao final do mês.  

“Algumas são mães que criam seus filhos e são a única fonte de renda da família. Esse dinheiro não é do município, é do trabalhador”, destacou.

Os trabalhadores se reuniram usando máscaras e mantendo o distanciamento social em respeito às orientações das autoridades de saúde ao enfrentamento da pandemia do coronavírus.

A reunião surtiu efeito imediato e fez com que a Prefeitura editasse, poucas horas depois da manifestação, uma edição do Semanário Eletrônico concedendo o benefício, de 13,1%, aos trabalhadores que tinham direito à reclassificação. 

Veja Também